quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Todo cuidado é pouco

Olá pessoal!
Primeira postagem de 2013 - uhu!!!
Como passaram o final do ano? E os bichinhos, sobreviveram aos fogos?
Força na peruca e que esse ano seja mágico para todos nós!! :)


Hoje vou postar sobre um acontecido bizarro. Daqueles que passam pela cabeça apenas das mamães mais paranóicas (euuuu) e que quando a gente comenta as pessoas acham exagero.

Pois bem, em casa muitas coisas  podem acontecer quando estamos e quando não estamos presentes. Eu sempre acho que todo cuidado é pouco e antes de dormir e de sair eu sempre faço o que chamo de "ronda da segurança", que incluí tirar do caminho deles tudo que possa espetá-los, cortá-los, envenená-los e machucá-los de qualquer forma. Sim, mta gente me chama de paranóica, viu?! E eu sou. Assumida (e até um pouco orgulhosa! rsrs).

A Paula, nossa querida mamãe da Pilar e de vááários gatinhos, aquela menina iluminada do post sobre bebês e gatos (leia aqui, se ainda não leu) enviou um e-mail com o título "Cuidado com Portas". Vcs podem imaginar o conteúdo?

Eu sempre fui altamente imaginativa, daquelas que via a palpebra do olho agarrando na beira da porta do armário da pia do banheiro quando abaixava pra pegar alguma coisa no chão (só pra vcs terem a dimensão - doida, né?). Pois bem, este e-mail já me deixou assustada antes de abrir, com mil imagens mentais.

Eis que a Paula descreveu uma cena de filme de terror. Ela chegou em casa na madrugada do dia 30 e encontrou sangue pela casa toda. Saiu caçando o que tinha acontecido e encontrou o Chandon, o belo da foto abaixo em pânico e sem um pedaço do rabo.


Pois bem, ela pegou o fofo, o toco do rabo que estava preso em uma porta, que deve ter batido com o vento quando o pobrezinho teve a falta de sorte de estar por perto, e correu para o Pet Care, um hospital 24hs que ela disse ser muito bom e que tem unidades no Pacaembu e no Morumbi.

Aqui o que restou do rabo do Chandon

Ela chegou lá com o Chandon e detectaram que o coitadinho não sofreu a amputação imediatamente. Ele ficou preso na porta pelo rabo e puxou, puxou até que conseguisse se soltar - amputando o que parece ser metade ou mais do rabo. :-(

Pela foto abaixo vcs podem ver que os tendões e nervos do rabo foram rasgados e por isso ele perdeu a sensibilidade na região.


Agora o Chandon está melhorando. Está sendo medicado e mantido com um curativo bem fechadinho pra evitar infecção, até que a veterinária dele volte de férias e faça os exames para identificar se a lesão causou perda de sensibilidade pra sempre e se ele vai ter que amputar o que restou do rabo.

O Chandon, que é um gatinho suuuper sofrido na vida (passou por envenenamento, atropelamento, abandono e maus tratos) depois dessa ainda descobriu que está renal.

Não gosto muito de postar fotos aflitivas (essas estão um pouco), mas acho que avisar quanto a este perigo é importantérrimo, porque, como a Paula disse, estamos em época de calor e deixamos tudo aberto em casa e muitas vezes não imaginamos que essas coisas possam acontecer.

Eu tenho pesos de areia para as minhas portas, mas depois do que o Chandon pobrezinho passou, vou correr nas lojas tipo C&C, Leroy, Peg & Faça ou qualquer uma deste gênero atrás dos equipamentos de segurança indicados abaixo:

em EVA, para encaixar na porta conforme foto abaixo.


Esta opção é ainda mais segura, pois trava a porta na parede utilizando as peças abaixo

esta parte fica fixada na parede 

e esta trava na porta

Fica aí então mais um alerta para as mamães de gatinho. Vamos travar nossas portas!

Por favor, torçam mto pelo Chandon. Ele está tristinho depois do acontecido, pode ser por conta da medicação contra infecção, mas ele precisa sarar pq é muuuuuuito amado, cuidado, mimado e querido pela mamãe dele.

Um beijão e até mais!!!

16 comentários:

  1. Isso sempre foi uma preocupação minha por isso deixo todas as portas escoradas e bem seguras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso aí! eu tb sempre deixei com pesinhos de areia, mas certamente eles não são suficientes. já cheguei em casa e encontrei eles encostados no batente oposto de onde deveriam estar, pq as portas arrastaram....

      Excluir
  2. A irmã da minha chefe tem um gato que aconteceu o mesmo, mas os donos estavam em casa no momento, então socorreram rapido. Infelizmente o gatinho teve infecção e foi necessário amputar o restante do rabinho. Mas agora, Graças a Deus ele está bem. E torço para que o Chandon em breve esteja completamente curado e feliz.
    Beijos flor e feliz 2013


    abelezaeonossovicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ah! Esqueci de dizer uma coisa. Na minha casa (com exceção da porta da entrada) todas as portas são porta camarão, dakelas que ao abrir elas dobram ao meio, dessa maneiras não batem. Isso é ótimo porque quando saio não preciso me preocupar com meus 10 lindos que ficam sozinhos as vezes.
    Beijo

    abelezaeonossovicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Obrigado e muito bem lembrado May!

    ResponderExcluir
  5. Eu sou do tipo paranoica, May. Tb fico imaginando que tipo de monstro pode surgir de um cisco no chão e matar meus bichos! Rs! Por isso, antes de sair, a gente coloca uma trava de papel no alto das portas. É caseiro e funciona que é uma beleza! Quando eu falo isso pra minha mãe, ela sempre diz: "que exagero, gato é esperto, sabe se virar. Se vc é desse jeito com dois bichos, imagino como vai ser com seus filhos..". Melhor nem imaginar!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. que legal, Ariana.
      que tal mandar uma foto pra gente do passo a passo deste door stop de papel?
      pode ser mais um recurso, né?
      manda, se puder, pro avidacomgatos@gmail.com
      bjs

      Excluir
  6. Apesar de ser bem cautelosa com meus felinos, a questão da porta eu ignorava. As portas dos quartos sempre ficam com um peso não chão, mas a do banheiro vive aberta. Preciso ficar de olho porque vira e mexe o vento faz essa porta bater. Dedos cruzados pela melhora do Chandon!
    Beijos e ótimo 2013 pra você, Panqueca, Juca e Tony!

    ResponderExcluir
  7. É por mais cuidados que temos, as vezes acidentes acontecem e é bom compartilhar para redobrarmos a atenção. Agora vou ficar de olho nas portas.
    beijos
    Eve
    Obs: Chandon não fique tristinho, eu também perdi o rabinho mas sou muito amada e feliz, estou torcendo por você. Ronrons da Tixa.

    ResponderExcluir
  8. Eu também sou paranoica com a segurança dos meus peludos! Estou torcendo pela recuperação do Chandon, eu sei que o Pet Care é excelente, o gatinho da minha irmã teve que tirar um rim lá e agora leva uma vida feliz e super vigiada!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  9. Jesus, coitadinho dele...tomara que fique bom logo. Nunca imaginei que isso pudesse acontecer e olha que soubem paranóica...foi muito bom vc ter relatado isso.bjos

    ResponderExcluir
  10. Olha, mesmo sendo veterinária e já ter visto coisas horrorosas, confesso que mal consegui ver a foto do coto do rabo com o tendão pendurado, POR DEUS, coitado do Chandon!!!!!!!!!!

    Eu sempre faço inspeções antes de sair, principalmente se tem algum gato preso dentro de algum armário, ração e água e caixa de areia ok! Mas jamais pensei na possibilidade de um rabo ficar preso em uma porta batendo! De qualquer modo, todas as minhas portas possuem um peso, até mesmo as do banheiro, já que a caixinha de areia fica em um deles e um dia cheguei com a porta desse banheiro fechada pelo vento! Nem sei quanto tempo ficaram sem usar o banheiro!!

    Apesar de aflitiva, a postagem é muito válida como um alerta! Obrigada!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Eu sempre tive cuidado com portas, tenho esses negocios de segurar em todas, mas aqui em casa ocorreu algo parecido: minha gatiha Alice, na época com 10 meses resolveu pular na cadeira da mesa da cozinha e ao inves de pular no acento, pular no enconsto da cadeira, derrubando a cadeira sobre ela. Assim que isso aconteceu, ela saiu correndo, quando eu a encontri ela estava sangrando. Imaginem o meu desespero. Descobri que o sangue vinha do rabo e vi o machucado corri com ela para o vet. Só chegando lá é que fiquei sabendo da grvidade, pois o rabo foi esmagado e ela teve que amputar um pedacinho, ainda bem que foi na ponta, assim ela nao ficou totalmente sem rabo. Eu sempe me culpei pelo acidente, achando que eu devia ter previsto que ia acontecer e tal, afinal eu sou mega cuidadosa com minhas filhas felinas e fiquei muuuuito triste com o que aconteceu com a Alice. Mas lendo hj a historia da Paula, pude perceber que mesmo tomando todos os cuidados possíveis, as vezes, acidentes acontecem, mesmo assim é sempre importante prevenir e pensar em todas as possibilidades. Ainda bem que Chandon e a minha Alice ficaram bem! :)

    ResponderExcluir
  12. Olá... Aconteceu exatamente a mesma coisa com a minha gata hj !!! Infelizmente!!! Coitadinha!! Passei uma pomada cicatrizante e anti bacteriana para evitar infecções... Vou leva lá ao veterinário mas queria saber como foi a recuperação do chandon !!! Se ele ficou bem .... Se teve que fazer possíveis procedimentos!!

    ResponderExcluir
  13. É certo dizer que prevenção nunca é demais! Sempre pensei que minha bebê estaria protegida simplesmente não tendo acesso a rua, mas hoje percebo que dentro de casa também é preciso estar bem atento. Cadeiras são muito perigosas, já vi minha gata pular no encosto de uma, que a prensou. Ela ficou bem um tempo depois, mas podia ter sido bem pior, sempre olhem isso antes de sair. Minha gata também costuma dormir no sofá e esconder-se nas cobertas, então algum desatento quase sentou-se sobre ela uma vez! Só de pensar, me dá vontade de chorar. Acidentes inimagináveis acontecem :/ mesmo que a chance seja mínima, é obrigatório nunca deixar fios e linhas por aí, portas abertas, etc...

    ResponderExcluir