quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Sobre Gatos e o Mito da Toxoplasmose - AGAIN!

Pessoal, bom dia!

Hoje me deparei com uma matéria na Revista Veja que, assim como muitas outras que já falamos na página do Facebook, é um verdadeiro desserviço.

Sabemos que as premissas básicas do jornalismo sério são averiguação de fatos, fontes confiáveis e não apresentar nenhuma tendência de opinião do jornalista ou manipulação da opinião das pessoas que lerão a matéria. Não estamos falando de resenhas ou editoriais onde a opinião do jornalista é o que importa, ok?

A dita revistinha, levada tão seriamente por tanta gente neste país, não pratica jornalismo sério na minha opinião.

Publicaram ontem, sob assinatura de uma jornalista chamada Rita Loiola, uma matéria que apresenta riscos sérios de morte através das mordidas dos gatos e vejam, não são a raiva e a toxoplasmose!!

O início da matéria já não pode ser levado a sério, pois começam dando a entender que os gatos são fontes inesgotáveis da tão temida toxoplasmose...

A raiva e a toxoplasmose são enfermidades conhecidas que podem ser transmitidas de gatos a humanos. Mas uma terceira merece atenção: a doença da mordida do gato(...)”

Não vou me ater ao restante do conteúdo, que torna os bichanos armas letais passíveis de temor e combate (para os menos esclarecidos), mas vou mais uma vez falar da toxoplasmose, porque para mim é ainda o fim dos tempos descobrir que médicos e até veterinários acreditam que os gatos são responsáveis pela disseminação do ooscito da toxoplasmose e que ainda recomendam que grávidas e mamães de crianças pequenas se desfaçam dos seus gatos ou, ainda, utilizem a nomenclatura idiótica de “Doença do Gato” quando falam em toxoplasmose.

Parece que no que diz respeito aos gatos ainda estamos na idade média. Eles dão azar, eles são traiçoeiros, eles espalham doenças, eles matam...pelamordedeeeeeeus!!!

Meu povo e minha pova, vamos ajudar a mudar este quadro? Vamos espalhar informação e questionar as bobagens que ouvimos por aí?! o.O

Se seu médico ou veterinário sugerir que vc, grávida ou mãe de recém nascido, se desfaça do seu gato, não acredite nisso. Busque médicos melhor informados e esclarecidos, pois se eles ainda acreditam neste tipo de bobagem, vai saber quantas bobagens mais eles utilizam para embasar suas práticas, né? Que Deus nos livre destes tipos!

Vamos aos fatos então:

- Gatos podem ser hospedeiros do protozoário, (não significa que todos são), mas apenas 1% deles disseminará este protozoário – pouquíssimos felinos – durante pouquíssimos dias e somente uma vez na vida;

- A disseminação não acontece através de mordeduras ou arranhões, ela acontece apenas através das fezes e durante meros 10 dias e, uma vez mais, somente uma vez na vida do gato;

- Para se contaminar uma pessoa tem que: ter contato com um gato que está disseminando o protozoário (1%) + ter contato com as fezes deste gato dentro dos 10 dias de disseminação uma única vez na vida do gato +  estas fezes precisam necessariamente estarem expostas ao ambiente por no mínimo 72 horas + a pessoa precisa comer o cocô do gato ou então manipular este cocô e depois colocar a mão na boca (ou seja, além de tuuuuudo isso que é raro acontecer ao mesmo tempo, a pessoa precisa ter hábitos de limpeza duvidáveis ou inexistentes!). Lembrando que a contaminação acontece apenas através da INGESTÃO do bichinho da toxo.

- A pessoa que contrai toxoplasmose, provavelmente o fará ingerindo alimentos mal lavados (verduras e legumes), comendo carne de porco, vaca ou aves crua ou mal cozida ou até através de baratas.

- Gatos que não possuem acesso às ruas, que não caçam pombas ou outros animais, não serão expostos ao protozoário – alimente com ração e mantenha os bichinhos seguros em casa.

Pra quem não entendeu e quer que eu desenhe, aqui está:


guia rápido de como contrair toxoplasmose de gatos - não tão rápido será encontrar as condições perfeitas para isso. Talvez vc não encontre nunca em toda a sua vida.

Eu nunca fui exposta ao protozoário. Sou testada e negativada para este e outros mitos de transmissão através de gatos e vejam, não lido apenas com os meus, limpos, lindos e indoor. Lido com população de rua e abandonados e resgatados. Sou mordida, arranhada e mastigada até com frequência e nunca, nunca contraí nada e nunca tive nenhuma ferida que evoluiu para qualquer tipo de infecção, por mais leve ou agressiva que fosse.

Também não conheço ninguém que tenha tido nada. Ao contrário, conheço inúmeras grávidas que não levaram em conta este tipo de falácia e que hoje possuem bebês saudáveis, felizes e cheios de amor pelos bichanos.

E, para finalizar fornecendo outras fontes de consulta e informação, seguem alguns links sobre a toxoplasmose e os gatos:




Sofia, a delícia da minha amiga Fabiana, entre irmãos.

Sofia e Mandy.

Sofia com as irmãs Luna e Catarina

a Pilar é a primeira filha da amiga Paula, que amamentou ela e a Paçoca ao mesmo tempo!

Pi e irmão Figo

Pi e irmão Guigo, o ladrão de cadeirinhas!

Pilar em seu momento Felícia - dizendo olá para cada um dos seus irmãos.

Pi pequena com a irmã Paçoca

Lily, a bebê de 2 meses da Paula cedendo gentilmente a cadeirinha pro Figo.

Ju Bussab, fundadora do Adote um Gatinho com sua bebê recém nascida e um irmãozinho felino.



TOXOPLASMOSE, A CULPA NÃO É DO GATO!















12 comentários:

  1. May, é um absurdo o que fazem os médicos com as gestantes, sabe? Eu fui a uma ginecologista que me deu o resultado de um exame em que constava que algum dia da minha vida, provavelmente na infância, eu tive toxoplasmose. Eu disse que ficava aliviada, já que a encheção das pessoas seria menor quando eu engravidasse. Ela disse que não importava o fato de eu já ter tido toxo, que gatos e gravidez não combinam. Eu nunca mais voltei lá. Eu já li milhares de informações sobre isso. Imagina se uma grávida, que nunca leu uma linha sobre o assunto, se consulta com uma médica dessa... Lamentável!

    ResponderExcluir
  2. Dá muita raiva cada vez que leio essas baboseiras contra gatos. Convivo com eles desde pequena e nunca tive nada!

    ResponderExcluir
  3. nao sei se foi o caso da veja, mas ha uma patologia conhecida como 'doença da arranhadura do gato'. realmente ocorre, mas nao eh muito comum. profilaxia, apenas evitar que felinos lambam feridas abertas e no aparecimento de inguas apos uma arranhadura, por exemplo, procurar o medico. para maiores informacoes: http://www.einstein.br/einstein-saude/bichos-e-a-nossa-saude/Paginas/doenca-da-arranhadura-do-gato.aspx

    ResponderExcluir
  4. fiz uma leitura dinamica do artigo e o resumo da obra foi frisar o obvio, que eh buscar auxilio medico em cado de mordedura mais profunda com aparecimento de edema, vermelhidao, dor, secreçao. a flora bacteriana na boca dos animais eh enorne e diversificada, assim como a humana. nao por menos, uma mordida humana pode ser ainda mais agressiva e prejudicial que de alguns animais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada pela sua participação, Liza.
      apesar de sabermos que existem riscos nas mordidas e arranhões (tanto de gente, quanto de gato, quanto de cachorros), o contágio é muito raro - como disse, nunca conheci nestes anos de proteção animal e contato com animais ferais e de rua, pessoas que tenham sido arranhadas e mordidas e que tenham tido qualquer consequência mais grave. dá para perceber tb que em muitos casos o contágio está intimamente ligado a falta de higiene das pessoas que sofrem arranhões ou mordidas.
      ainda que o ferimento tenha sido causado por uma faca, a indicação de limpar com água corrente e sabão é a mesma para todos, né? :)
      acho que mais que frisar o óbvio, a revista é um pouco tendenciosa e já não é a primeira vez que publicam matérias que levam a crer que gatos são fontes do mal.
      um beijo.

      Excluir
  5. Bom dia!
    Gostámos muito! No Alerta Planeta Terra acreditamos que a responsabilidade de preservação do meio ambiente e a mudança necessária para salvar a Terra começa em nós! O nosso lema é Passar a mensagem e multiplicar os gestos. Visite-nos e fique connosco, juntos faremos a diferença!
    Saudações
    Maria Terra

    ResponderExcluir
  6. Olá! Acabei de encontrar seu blog por acaso, e gostei muito do que escreveu sobre a Toxo! Não aguento pessoas com mimimi dizendo que tenho muito risco de pegar, as vezes fico sem paciência e só falo: eu não como cocô de gato.. Enfim, amoooo gatos (e cachorros hahah), tenho dois felinos pretinhos que meu amores. Até salvei a imagem do "desenho" que fez pois estava pensando em esses dias escrever minha opinião sobre o assunto. Beijão! Seus bebês felinos são lindos <3

    ResponderExcluir
  7. Boa noite!
    Eu e o Apolo gostamos muito dessa sua postagem!
    Você não faz idéia de como eu já ouvi falar sobre esse assunto :/
    E o pior: por mais que tu explique, de nada adianta.
    Infelizmente as pessoas não possuem o conhecimento suficiente e, em vez de procurarem, não. Elas preferem passar o que "pensam" ser o correto.
    Mas enfim, espero que um dia isso mude.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. oiii gente vcs que gostam de animais como eu vejam essa cachorrinha que linda nesse video tenho certeza que vão gostar muito
    https://www.youtube.com/watch?v=5NC9Rs00wTI

    ResponderExcluir
  9. oiii gente vcs que gostam de animais como eu vejam essa cachorrinha que linda nesse video tenho certeza que vão gostar muito
    https://www.youtube.com/watch?v=5NC9Rs00wTI

    ResponderExcluir
  10. Nham! Cocô gostosoooooooo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk quase que morro de tanto rir X_D !!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir